fbpx
Post ciclagem

Tudo sobre ciclagem em aquários

Você com certeza já se deparou com o maior pesadelo de todo aquarista iniciante: A ciclagem.

Imagine que certo dia você comprou um aquário e se dedicou para montar um ambiente bem bonito para o seu peixe. Colocou água condicionada, substrato, enfeites, o melhor filtro da loja e, logo em seguida, adicionou os animais.

Dias depois, percebeu que a água passou a ficar turva e a cheirar mal. Os peixes aparentavam não estar bem.

Aquele aquário que parecia perfeito. já não era mais o mesmo.

Esse é um caso frequente da falta de ciclagem e a principal causa de morte de peixes entre os novos aquaristas.

Mas afinal, o que fazer para evitar isso?

Acompanha aqui!

Post ciclagem

O que é a ciclagem?

Ciclagem é o processo de estabilização do aquário a partir do desenvolvimento de bactérias filtrantes no ecossistema aquático.

Esse processo ocorre naturalmente em rios e lagos, logo o nosso objetivo como aquaristas é simular o ambiente natural em que os peixes vivem para garantir a sua saúde.

Apesar do termo “bactérias” ser frequentemente associado a algo ruim, isso não é necessariamente verdade. A maioria delas vivem em harmonia conosco e são responsáveis pelo equilíbrio da vida como um todo.

Essas bactérias benéficas não estão presentes em quantidades adequadas em aquários recém-montados e são as responsáveis por transformar os compostos tóxicos eliminados pelos peixes em compostos menos tóxicos, evitando o seu acúmulo no aquário.

O Ciclo do Nitrogênio

O ciclo do nitrogênio tem o seu início por meio da eliminação de amônia principalmente pelas brânquias dos peixes.

Fezes/urina, restos de alimentos e plantas mortas também contribuem para a formação desse composto.

Dito isso, inicia-se o processo de nitrificação, que consiste em 2 etapas:

  • Primeiramente, a amônia é transformada em nitrito por bactérias do gênero Nitrosomonas.
  • Em seguida, o nitrito é transformado em nitrato por bactérias do gênero Nitrobacter.

Esses micro-organismos filtrantes se alojam em superfícies e estão presentes em todo o aquário: na água, enfeites, substrato, vidros etc. No entanto, uma coisa que você precisa saber, é que eles “adoram” locais menos iluminados e superfícies porosas. Por esse motivo, a maioria dos equipamentos de filtragem são feitos de materiais escuros e a eficiência das mídias convencionais é medida pela capacidade de abrigar bactérias em seus inúmeros poros. Além disso, é importante compreender que essas bactérias são aeróbicas, ou seja, necessitam de oxigênio para que se desenvolvam.

Por fim, o nitrato — composto nitrogenado menos tóxico do ciclo — é eliminado da água pela absorção realizada por plantas naturais e trocas parciais de água.

Como fazer a ciclagem

A ciclagem é um processo que normalmente leva de 30 a 60 dias para ocorrer eficientemente e pode ser realizada de diferentes formas:

Ciclando SEM peixes com aplicação de amônia de farmácia (MÉTODO SEGURO):

Nesse método você deve monitorar diariamente os níveis de amônia e nitrito utilizando testes que são facilmente encontrados em petshops e realizar a aplicação da amônia de farmácia conforme a necessidade.

  1. Aplique a amônia em uma proporção de 1ml para cada 30 litros de água
  2. Os valores de amônia começarão a reduzir e os de nitrito aumentar. Quando a amônia se encontrar em 0ppm, aplique mais uma dose na mesma medida do passo 1.
  3. Repita essa dose sempre que a amônia estiver em 0ppm até o nitrito também reduzir a 0ppm.
  4. Continue aplicando a dose até que seja possível observar que os valores de amônia e nitrito reduziram a 0ppm em 24h.
  5. Aplique uma dose de aproximadamente 1,5ml para cada 30 litros de água e observe se os valores estão reduzindo em 24h.
  6. Se sim, faça uma troca parcial de água de 50% e adicione os peixes com cuidado.
  • Vantagens: confiável, não suja a água
  • Desvantagens: deve ser monitorado diariamente

Ciclando com peixes (NÃO RECOMENDADO):

Os peixes produzirão a amônia necessária para iniciar e manter o ciclo. No entanto, por não possuir bactérias nitrificantes no aquário, ocorrerá o acúmulo de compostos nitrogenados que farão mal para os animais presentes.

Geralmente são utilizados peixes resistentes e em pouca quantidade.

  • Vantagem: não exige aplicação manual de amônia e monitoramento frequente
  • Desvantagens: Os peixes sofrerão com as substâncias presentes no aquário; há a possibilidade de desencadear doenças nos peixes; a quantidade produzida de amônia pelos primeiros peixes pode ser incompatível com a quantidade produzida pelos novos moradores

Ciclando com camarão congelado:

Utiliza-se um pedaço de camarão no aquário, que se degradará e produzirá amônia. Em seguida, essa amônia será consumida pelas bactérias formadas.

  • Vantagem: praticidade, método natural
  • Desvantagem: cheira extremamente mal; geralmente formam-se fungos que se espalham pelo aquário deixando-o visualmente feio; difícil quantificar a quantidade de amônia que será formada

Observação:

Evite introduzir muitos peixes de uma vez, pois o ambiente pode não estar preparado para receber uma carga orgânica elevada, resultando em picos de amônia e nitrito.

Acelerando a ciclagem do aquário

Apesar de ser um processo longo, é importante você saber que a ciclagem é mais eficiente em pH alcalino (7,4 – 8,0), temperatura relativamente alta (25 – 35ºC) e água com elevada oxigenação devido à preferência das bactérias nitrificantes.

Não se esqueçam que essas bactérias se aderem principalmente a superfícies e, por esse motivo, o uso de substrato no aquário é extremamente importante para aumentar a área de fixação.

Além disso, nós da Jockem temos um produto (Eco Bio-Block) que pode ser utilizado para acelerar esse processo, reduzindo o tempo total da ciclagem para aproximadamente 2 semanas.

Vídeo com o canal Amantes do Aquarismo realizando uma ciclagem com a Eco Bio-Block

Referências

FUMASOLI, Alexandra, et al. Modeling the low pH limit of Nitrosomonas eutropha in high-strength nitrogen wastewaters

GUERRERO, Maria A; JONES, Ronald. Photoinhibition of marine nitrifying bacteria. I. Wavelength-dependent response

SHANAHAN, John W.. Alkalinity and pH effects on nitrification in a membrane aerated bioreactor: An experimental and model analysis

YOSHIOKA, Takahito; SAIJO, Yatsuka. Photoinhibition and recovery of NH4+ – oxidizing bacteria and NO2- – oxidizing bacteria

FERNANDEZ-POLANCO, F, et al. Temperature effect on nitrifying bacteria activity in biofilters: activation and free ammonia inhibition

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: